Siga este e fique atualizado

NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO

Translate

Documento britânico afirma ser indiscutível que UFOs existam

Ministério da Defesa manteve a informação oculta até mesmo do Parlamento, buscando meios de utilização prática do Fenômeno UFO

Um estudo realizado pelo Ministério da Defesa Britânico (MoD) chegou à conclusão de que é indiscutível a existência de objetos voadores não identificados e que estes exibem características como pairar, pousar, decolar e acelerar a altíssimas velocidades. O documento também aponta que eles podem alterar subitamente a direção em que viajam e desaparecer de repente. O MoD se refere a esses objetos como Fenômeno Aéreo Não Identificado (UAP em inglês), a fim de evitar a ligação com a teoria de que sejam extraterrestres.
O Projeto Condign foi um grande estudo sobre os UFOs realizado no âmbito da Inteligência da Defesa em 1996, e que permaneceu não publicado até o ano 2000. Por vários anos grupos de ufólogos batalharam na Justiça utilizando a Lei de Liberdade de Informações, até que o documento foi tornado público. A posição oficial do Ministério da Defesa sempre foi que os UAPs não representavam qualquer ameaça contra a segurança nacional da Grã-Bretanha, e que se houvesse a possibilidade de identificar uma tecnologia por trás deles, poderia ser alvo de engenharia reversa para fins militares. O documento foi enviado aos Arquivos Nacionais, porém seu autor nunca foi identificado.
O documento afirma textualmente: “A existência dos UAPs é indiscutível. Eles possuem as habilidades de pairar, aterrissar, decolar, acelerar a excepcionais velocidades e desaparecer, alterar sua direção de voo subitamente, e exibem claramente características aerodinâmicas muito além das de qualquer aeronave ou míssil conhecidos, tripulados ou não”. Porém o texto evita falar em alienígenas, apontando que não há evidências de que o fenômeno seja hostil ou esteja sob algum tipo de controle, exceto o das forças da natureza. O documento diz: “Não há evidência de que qualquer UAP dentro do território do Reino Unido seja incursões de objetos aéreos de alguma inteligência, seja alienígena ou estrangeira, ou que represente qualquer intenção hostil”. O documento conclui que a maioria dos avistamentos são resultado de má interpretação de fenômenos naturais.


CRÉDITO: ARQUIVO
Imagem do documento do Projeto Condign
Imagem do documento do Projeto Condign

 MINISTÉRIO DA DEFESA MANTEVE A VERDADE OCULTA ATÉ MESMO DO PARLAMENTO
O informe aponta que muitos UAPs eram veículos terrestres com características pouco familiares, fenômenos naturais enganosos ou mesmo fenômenos naturais raros. Muitos avistamentos são atribuídos a plasmas formados pela passagem de meteoros, formações de plasma que causam efeitos físicos que podem aparecer como objetos triangulares, e podem ainda causar efeitos em veículos, afetando motores e rádios. Nick Pope, que comandou o Projeto UFO do MoD nos anos 90, afirma que o mais significativo no documento do Projeto Condign, que foi liberado há dez anos, contrariava a posição oficial de que os UFOs não eram um assunto de interesse. “O Projeto Condign era um estudo de Inteligência altamente classificado sobre o Fenômeno UFO, que recomendava a investigação sobre aspectos do mistério que poderiam resultar em novas aplicações militares. Então é claro que o Parlamento foi enganado a respeito”, completa Nick Pope.


CRÉDITO: ARQUIVO
Nick Pope
Nick Pope

Saiba mais:

Postagens mais visitadas

Deixe seu comentário aqui

Nome

E-mail *

Mensagem *