Seja bem-vindo. Hoje é

Siga este e fique atualizado

NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO

domingo, 25 de setembro de 2016

Planeta alienígena descoberto no sistema estelar mais próximo do nosso

Rumor surgiu publicado em semanário alemão, dando conta da descoberta de um mundo semelhante à Terra no sistema Alpha Centauri; descoberta seria anunciada até o final de agosto

Encontrar a Terra 2.0 tem sido o prêmio maior da comunidade astronômica dedicada à caça de mundos alienígenas. Até o momento, dos 3.503 exoplanetas já confirmados conforme a Enciclopédia de Planetas Extrassolares (veja links abaixo), 42 são considerados habitáveis, ou seja, orbitam a uma distância de suas estrelas que torna possível a existência de água líquida, essencial à vida, em suas superfícies. Até o momento, o mundo mais parecido com o nosso já descoberto foi Kepler-452b, anunciado no ano passado. Porém, este exoplaneta está situado a 1.400 anos-luz de distância, um objetivo distante demais, que seguramente irá requerer séculos de evolução tecnológica para ser visitado.
Contudo, o maior achado em termos de exoplanetas habitáveis pode ter sido anunciado pelo semanário alemão Der Spiegel, em sua edição de 12 de agosto último. De acordo com a publicação, cientistas do telescópio de La Silla, pertencente ao consórcio Telescópio Europeu do Sul (ESO), teriam encontrado um planeta semelhante à Terra, situado na região habitável de Proxima Centauri, simplesmente a estrela mais próxima de nosso Sistema Solar, a somente 4,25 anos-luz de distância. Próxima, uma anã vermelha orbita o par de estrelas Alpha Centauri A e B, que por sua vez giram uma ao redor da outra a 4,3 anos-luz de distância. Caso seja confirmado, esse será um dos mais extraordinários e significativos achados da história do conhecimento, pois estima-se que, com o corrente desenvolvimento tecnológico, seja possível lançar sondas para o sistema de Alpha Centauri dentro de uma geração.
O Der Spiegel escreveu, em matéria reproduzida e analisada depois pelo site Phys.org: “Acredita-se que o planeta ainda sem designação seja semelhante à Terra e orbite Próxima Centauri a uma distância que permita a existência de água líquida em sua superfície, um importante requisito para o surgimento da vida. Nunca os cientistas haviam observado um planeta semelhante à Terra tão próximo de nós”. A revista afirma que a descoberta será anunciada oficialmente até o final de agosto e procurou os responsáveis pelo ESO, cujo porta-voz, Richard Hook, não negou nem confirmou a história, saindo-se somente com: “Nós não faremos qualquer comentário”.
UM INCENTIVO PARA LEVAR A HUMANIDADE ÀS ESTRELAS


CRÉDITO: ARQUIVO
O Projeto Starshot, dentro de uma geração, poderá chegar a Alpha Centauri em vinte anos
O Projeto Starshot, dentro de uma geração, poderá chegar a Alpha Centauri em vinte anos

 O fundador e diretor do grupo Icarus Interstellar Richard Obousy, que estuda métodos de viagens interestelares, afirmou: “A descoberta de um planeta habitável em Proxima Centauri pode ter um profundo impacto no futuro interestelar da humanidade. As perspectivas de uma missão de longa distância poderiam ser esquecidas diante de mundos a dezenas ou centenas de anos-luz de distância, mas uma Terra 2.0 em nossa imediata vizinhança galáctica é quase um convite para trabalharmos em uma missão para lá”. A descoberta teria sido feita pelo telescópio refletor de La Silla, o mesmo que em 2012 detectou Alpha Centauri Bb, que seria o exoplaneta mais próximo de nós até ser revelado que de fato não existe, tendo sido um engano produzido por um fenômeno estelar.
De fato, a excitação diante da sensacional descoberta, caso confirmada, é imensa, e foi lembrado em vários artigos o Projeto Starshot, apoiado pelo físico Stephen Hawking e anunciado em abril último, que pretende dentro de uma geração enviar uma miríade de naves, propelidas a laser, para Alpha Centauri e outros sistemas próximos. O professor Phillip Lupin da Universidade da Califórnia, um dos responsáveis pela iniciativa e também conselheiro do programa Deep-In da NASA, disse: “A descoberta de um possível planeta em Proxima Centauri é muito animadora. Torna a ideia de visitar sistemas estelares vizinhos ainda mais atraente, pois sabemos que muitos possuem planetas e é muito provável que eles existam em Alpha Centauri”. Richard Obousy completou: “Uma Terra 2.0 em Proxima Centauri torna as coisas mais simples para nós em termos de dificuldades. Não significa que será um desafio fácil, muito longe disso, mas não poderíamos pedir por um melhor objetivo inicial do que nosso imediato vizinho cósmico”.
Saiba mais:
Fonte: Revista UFO

Postagens mais visitadas

EM ARQUIVO