Militar Admite Intervenção de OVNi em Mísseis Nucleares dos EUA

Capitão encarregado de vigiar armamento revela, em livro lançado este ano, que UFO inutilizou mísseis.
De acordo com o capitão aposentado da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF, United States Air Force), David D Schindele, durante décadas ele teve de guardar segredo sobre um inusitado episódio envolvendo um objeto voador não identificado (ovni/UFO), na Base Aérea do município de Minot, no estado da Dakota do Norte.

Objeto foi observado na base da Força Aérea de Minot (Banco de imagens Google).
O militar, em recentes revelações feitas no livro de sua autoria intitulado ‘Nunca Aconteceu, Volume 1 (Never Happened), lançado em maio deste ano, conta que em dezembro de 1966, quando atuava como comandante na Base Área fiscalizando mísseis nucleares guardados no local, foi surpreendido pelo surgimento de um ovni.

Segundo o capitão da reserva, a estranha nave, que ele acredita ser de origem extraterrestre, inutilizou dez mísseis nucleares. O caso repercutiu no jornal britânico Express, edição de quarta-feira (21) – veja a manchete.

Na época, confidencia o militar, o periódico local Minot Daily News, de 6 de dezembro, publicou uma grande reportagem sobre relatos de moradores a respeito de aparições de UFOs na localidade da base.

Porém, Schindele alega ter sido censurado pelos seus superiores. Segundo ele, oficiais da USAF o alertaram para nunca comentar sobre o incidente e esquecer o assunto.

Ainda acrescenta que outros colegas também observaram eventos semelhantes na base da cidade. Contudo, salienta o fato das testemunhas serem obrigadas a manter silêncio sobre as ocorrências.

Devido à proibição em comentar as aparições, inclusive com outros militares, eles não trocaram informações na época."Nós nunca percebemos que outros entre nós também estavam enfrentando incidentes, mas, agora, a verdade está se tornando conhecida", avalia.

David D Schindele enfatiza ter resolvido escrever sobre os intrigantes acontecimentos após conhecer a confissão do capitão Robert Salas.

Ele fala que 35 anos depois do incidente, soube das declarações de Salas, que atuava na Força Aérea de Montana e havia revelado o fato de mísseis nucleares intercontinentais também terem sido desativados por ovnis. A confissão o instigou a relatar sua experiência.

Atualmente, Schindele procura descobrir o verdadeiro motivo do silêncio acerca dos UFOs, perpetrados pela USAF. “Decidi realizar uma extensa pesquisa sobre o encobrimento da Força Aérea para descobrir exatamente por que a Força Aérea nos disse para manter nossos lábios fechados", declara.

Ele também acredita não haver mais justificativas para acobertar o episódio ocorrido há décadas. "Com a passagem de mais de 50 anos desde o meu incidente em Minot e 70 anos desde o incidente em Roswell, no Novo México, não pode haver razão ética, moral ou crítica para manter o segredo da humanidade por mais tempo, e meus outros amigos de mísseis concordam com isso”, salienta.

Até o momento, o governo estadunidense não comentou o assunto.
Fonte
Mais um post by: UFOS ONLINE

                                         Veja o Vídeo Abaixo:

                                        Fonte:Matt Nalley

Paginas

Widget posts recentes