Siga este e fique atualizado

NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO

Força Aérea Britânica recebeu ordens para ignorar um UFO

O UFO foi observado por sete horas e detectado por radar, mas nada foi feito

Revelação está em um dos documentos recentemente liberados pelo Ministério da Defesa daquele país

Continua a repercutir a liberação do governo britânico de vários arquivos descrevendo encontros com discos voadores. Pesquisadores vinham cobrando a divulgação de 18 arquivos que o Ministério da Defesa (MoD) vinha retendo sob alegações de burocracia e outras. Destes, 15 foram liberados e já revelaram ocorrências muito importantes, envolvendo até mesmo aeronaves e pilotos militares, conforme pode ser conferido nos links ao final deste texto.

Um dos casos mais polêmicos aconteceu na manhã de 05 de outubro de 1996, em meio a uma onda de avistamentos de UFOs por todo o país. Ao longo de sete horas inúmeras pessoas, incluindo policiais e outros agentes governamentais, observaram a presença de um objeto desconhecido sobre Skegness, cidade litorânea do distrito de Lincolnshire. O UFO foi observado ao longo de sete horas, piscando luzes nas cores vermelha, azul e branca. O secretário de defesa na época, Michael Portillo, foi alertado mas nada fez para investigar a ocorrência.

Ainda mais sério, há informações de que a Real Força Aérea (RAF) recebeu ordens dos mais altos escalões para que ignorasse a ocorrência, embora o UFO tenha sido inclusive observado por radar, confirmando as observações das várias testemunhas. Um oficial do governo que não foi identificado escreveu, de acordo com o documento recentemente divulgado, uma carta ao ministro questionando se a RAF não tem como função defender o espaço aéreo do país. O oficial escreveu: "Eles têm procedimentos para esse tipo de incidente? Eles tiveram tempo suficiente para agir, porque o objeto esteve no radar por mais de sete horas".

ATITUDE OFICIAL SEM EXPLICAÇÃO

Vários veículos da imprensa divulgaram a ocorrência, e Nick Pope, ex-oficial do departamento chamado Projeto UFO do MoD, comentou: "Eu me lembro bem. Foi um caso bizarro. A explicação oficial foi de que o radar havia identificado um fenômeno eletromagnético produzido pela ponta da torre da igreja local, efeito que ocorre em certas condições meteorológicas. Contudo, as observações das testemunhas, incluindo policiais, não podem ser explicadas". Pope e outros pesquisadores enfatizam a atitude relutante da RAF e do MoD em tratar da questão ufológica, questionando a atitude governamental de não enviar ao menos um caça de prontidão, o que levaria poucos minutos e poderia ter esclarecido o caso. Finalmente, a carta do oficial não identificado ainda afirma que um vídeo do UFO gravado pela polícia desapareceu misteriosamente.

Consulte os documentos ufológicos disponíveis nos Arquivos Nacionais

Novos arquivos britânicos sobre UFOs liberados

Arquivos britânicos liberados descrevem encontro de pilotos militares com um UFO

Ministério da Defesa Britânico acusado de acobertamento

Surgem novas evidências sobre Caso Bentwaters

Liberação de arquivos é cortina de fumaça, diz Nick Pope

UFO percorreu mais de 190 quilômetros em 8 segundos

Deixe seu comentário aqui

Nome

E-mail *

Mensagem *